Diretores da UPA Cidade do Povo negam falta de medicamentos para tratamento de infarto

Após declarações da deputada estadual Michelle Melo (PDT) sobre a suposta falta de medicamentos para tratamento de infarto na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Cidade do Povo, diretores da Sesacre e da unidade de saúde contestam veementemente as afirmações.

A médica Clícia Menoncin, diretora clínica da UPA Cidade do Povo, utilizou suas redes sociais pessoais para rebater as declarações da parlamentar, classificando-as como mentirosas. Segundo ela, a unidade não enfrenta problemas de desabastecimento de medicamentos para tratamento de infarto.

Em resposta à imprensa, a médica Clícia Menoncin reforçou que a UPA possui todos os medicamentos necessários para o tratamento de Infarto Agudo do Miocárdio (IAM), adequados ao porte da unidade. Ela destacou a disponibilidade de AAS, Clopidogrel, Enoxaparina e Sinvastatina, ressaltando que a Alteplase não é disponibilizada na unidade por ser indicada para aplicação em Unidades de Tratamento Intensivo (UTI).

WhatsApp
Facebook
Twitter

Noticias Relacionadas