PT nacional bate o martelo e sacramenta apoio a Boulos em SP e Marcus Alexandre em Rio Branco

A Executiva Nacional do PT se reuniu na manhã desta segunda-feira e decidiu sacramentar a posição do partido em 14 capitais nas eleições de 2024. Dentre elas, os únicos pré-candidatos de outros partidos que já tem confirmado o apoio de petistas são Guilherme Boulos (PSOL), em São Paulo, e Marcus Alexandre (MDB), em Rio Branco.

Por sua vez, foram confirmados candidaturas próprias em Maceió, Fortaleza, Vitória, Goiânia, Belo Horizonte, Campo Grande, Cuiabá, Teresina, Natal, Porto Alegre, Florianópolis e Aracaju.

Nas outras 12 capitais em que haverão disputas eleitorais neste ano o PT ainda sofre com a falta de acordo, seja por discordância entre os próprios petistas, seja por falta de sintonia com legendas aliadas.

No Rio de Janeiro, por exemplo, a direção nacional do PT insiste em indicar a candidatura a vice na tentativa de reeleição do prefeito Eduardo Paes (PSD), que tem sinalizado preferência por indicar o correligionário Pedro Paulo. No Recife há discordâncias parecidas em relação a indicação da candidatura a vice do prefeito João Campos (PSB).

Por sua vez, em Curitiba há uma sinalização da presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, de apoiar a pré-candidatura do deputado Luciano Ducci (PSB). Já os deputados Zeca Dirceu (PT) e Carol Dartora (PT) querem candidatura própria. Em João Pessoa há divisão entre aqueles que querem apoiar o prefeito Cícero Lucena (PP) e os que pregam candidatura do PT.

Em outras cidades, que também não foram decididas ainda pela Executiva Nacional, há um acordo mais avançado, como o apoio do PT a Geraldo Júnior (MDB) em Salvador (BA), Duarte Júnior (PSB) em São Luís (MA) e Edmilson Rodrigues (PSOL) em Belém (PA).

Na reunião de hoje, o PT também decidiu a posição em outras cidades com mais de 100 mil habitantes, como São Bernardo do Campo (SP), berço político de Lula, que tem Luiz Fernando Teixeira (PT), irmão do ministro de Desenvolvimento Agrário, Paulo Teixeira, como pré-candidato, e Maricá (RJ), que terá o deputado Washington Quaquá (PT) como pré-candidato.

No interior de São Paulo foi sacramentado o apoio até a um pré-candidato do Republicanos, Ildo Gusmão, que irá concorrer em Francisco Morato, cidade distante cerca de 50 quilômetros da capital paulista. Ele é do partido governador Tarcísio de Freitas, ex-ministro de Jair Bolsonaro. No total, o PT decidiu a posição em 64 cidades com 100 mil habitantes ou mais.

WhatsApp
Facebook
Twitter

Noticias Relacionadas